Fármaco desenvolvido para tratar câncer acelera recuperação de casos graves de COVID-19

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Um medicamento desenvolvido por pesquisadores da Unicamp para estimular o sistema imune a combater o câncer – ainda em fase de testes clínicos – pode se tornar uma arma importante contra o novo coronavírus.

Em testes feitos com cinco pacientes que desenvolveram a forma grave da enfermidade enquanto lutavam contra tumores na bexiga, a associação do imunoterápico com antibióticos e corticoides amenizou a resposta inflamatória desregulada no pulmão.

O tempo médio de internação também foi reduzido, de 18 para 10 dias, e sem a necessidade de intubação. Patenteado pela Unicamp com o nome “OncoTherad”, o imunoterápico começou a ser desenvolvido há cerca de 13 anos com o objetivo de estimular o sistema imune a combater doenças infecciosas e tumores.

A segurança do fármaco já foi comprovada na primeira etapa de testes clínicos. Atualmente, os pesquisadores buscam confirmar sua eficácia contra o câncer de bexiga avançado. Todos os integrantes do estudo tinham indicação para a remoção cirúrgica da bexiga e, após o tratamento, quase 80% ficaram livres do tumor.

Quando veio a pandemia, o grupo da Unicamp observou que alguns dos voluntários do ensaio clínico mantiveram contato próximo com pessoas infectadas pelo novo coronavírus. E, embora todos integrem o grupo de risco da COVID-19, nenhum apresentou sintomas da infecção

Compartilhar:

Leia Também