Fazer atos de bondade aumenta níveis de bem-estar e felicidade

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Praticar atos de bondade e ajudar outras pessoas pode ser bom para a saúde e o bem-estar. Os dados vêm da pesquisa publicada pela Associação Americana de Psicologia.

 

 

Segundo o autor do estudo, o comportamento pró-social, como altruísmo, cooperação, confiança e compaixão, são todos ingredientes necessários para uma sociedade harmoniosa. Além disso, elas têm melhor saúde física e mental.

 

 

Para entender melhor o que impulsiona essa variação entre bondade e bem estar, foi feita uma meta-análise de 201 estudos independentes.

 

 

Aprofundando a pesquisa, os cientistas descobriram que atos aleatórios de gentileza, como ajudar um vizinho mais velho a carregar mantimentos, estavam mais fortemente associados ao bem-estar geral do que o comportamento pró-social formal, como voluntariado para uma caridade.

 

 

Isso acontece porque a ajuda informal é mais casual e espontânea e pode levar mais facilmente à formação de conexões sociais.

 

 

Os pesquisadores também encontraram uma ligação mais forte na autorrealização – percebendo o potencial de alguém e encontrando sentido na vida – do que no que se refere à felicidade e sentimentos positivos.

 

 

Compartilhar:

Leia Também