Grupo pretende editar o genoma da cana para aumentar a produção de açúcar e o volume de biomassa

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

Melhorar a produtividade da cana-de-açúcar para aumentar a produção de bioetanol é o objetivo de um projeto desenvolvido no Centro de Pesquisa para Inovação em Gases de Efeito Estufa, da USP.

 

Para entender como o crescimento vegetal é coordenado, é necessário conhecer as posições exatas de cada gene ativado durante o crescimento.

 

Por isso, o primeiro passo do trabalho será sequenciar o genoma da cana em nível cromossômico e obter o mapa de genes da planta.

 

A cana produz açúcar apenas uma vez ao ano. A ideia é fazer com que isso aconteça duas vezes ao ano, a exemplo do que ocorre com o milho. Para isso é preciso identificar a parte do genoma responsável pela função.

Compartilhar: