Gigantes do varejo passam a coletar lixo eletrônico

sexta-feira, 18 de junho de 2021

Grandes lojas do varejo no país instalaram postos de coleta para lixo eletrônico, como pilhas usadas, carregador quebrado ou um celular que não funciona mais.

 

Apesar de ser um dos maiores produtores de lixo eletrônico, o Brasil coleta e recicla pouco.  Mas, agora esses materiais ganham reforço com o programa de reciclagem de eletroeletrônicos e eletrodomésticos.

 

Cerca de 400 lojas mantêm pontos de coleta de resíduos eletrônicos. No ano passado, com o auxílio discreto dos varejistas foram recolhidas três toneladas de materiais, que ganharam destino correto.

 

Itens de pequeno e médio porte poderão ser depositados, de forma autônoma, nos recipientes, enquanto os equipamentos maiores deverão ser recebidos pelos próprios vendedores, que vão armazenar os itens para encaminhá-los à reciclagem.

Compartilhar:

Leia Também