Hospital Federal da Bahia participa de pesquisa global sobre leishmaniose

quarta-feira, 19 de agosto de 2020

 

Hospital baiano vai conduzir, no País, o projeto Eclipse, uma pesquisa internacional para investigar o impacto social da leishmaniose no Brasil, na Etiópia e no Sri Lanka.

 

 

Uma equipe de pesquisadores do Hospital Universitário Professor Edgar Santos, da Universidade Federal da Bahia, pretende coletar dados, criar modelos de intervenção e capacitar comunidades para lidar com os efeitos do estigma social causado pela doença.

 

 

O projeto vai durar pelo menos quatro anos e envolverá áreas diversas, como antropologia, medicina, parasitologia, psicologia, e ciências sociais e artes. A pesquisa será conduzido pelo médico Paulo Machado, coordenador do Serviço de Imunologia e pela professora Leny Trad, coordenadora do Programa Comunidade, Família e Saúde.

 

 

A leishmaniose é uma doença infecciosa e não contagiosa, provocada por picada de mosquito. Esses micro-organismos atingem os vasos sanguíneos e formam lesões na pele que podem crescer de tamanho.

Compartilhar:

Leia Também