Identificados 42 genes para conhecer melhor o Alzheimer

quarta-feira, 20 de abril de 2022

Um grupo de pesquisadores europeus identificou 75 áreas do genoma humano associadas à doença de Alzheimer, das quais 42 nunca tinham sido relacionadas à doença.

 

A nova lista de genes oferece oportunidade para melhor compreensão dos processos degenerativos, assim como novas pistas para tratamento mais eficaz. Os 42 genes associados à doença indicam novos caminhos para combater sua progressão.

 

O estudo recolheu dados de 111 mil casos para caracterizar o quadro genético da doença de Alzheimer. Para estudo comparativo foram também analisados dados do genoma humano de indivíduos saudáveis. Os genomas foram fornecidos por clínicas de vários países.

 

Esse é um estudo de referência no campo da pesquisa do Alzheimer e é o resultado de 30 anos de trabalho. Se o tabagismo, a atividade física ou a dieta podem indicar riscos, a genética também pode. A nova lista identificou genes associados a processos de inflamação e células do sistema imunológico que podem afetar células do cérebro.

Compartilhar:

Leia Também