Idosos se transformam em grafiteiros

segunda-feira, 27 de setembro de 2021

O projeto Lata 65 voltou em setembro a reunir idosos para grafitar. Esta é uma oficina de arte urbana que teve início em Portugal e já teve edições em São Paulo, Espanha, Reino Unido e nos Estados Unidos.

 

O projeto nasceu em 2012 pelas mãos de Lara Rodrigues que, depois de trabalhar dez anos em arquitetura, decidiu mudar de ramo.  Foi cofundadora de um festival que aproveitou os edifícios históricos de uma pequena cidade para servirem de espaços para intervenções artísticas.

 

Foi durante estas intervenções que a artista percebeu que os mais velhos eram os que demonstravam maior curiosidade em relação aos grafites. Participam das oficinas quem tem amis de 65 anos. Antes de pôr a mão na massa, eles aprendem sobre a história da arte urbana e as técnicas do grafite.

 

A segunda etapa é prática: os idosos desenham, elaboram o estêncil – técnica para criar pranchas com as imagens por onde passará a tinta – e, por fim, grafitam com latas de sprays numa parede reservada para a atividade. Eles são incentivados a desenharem o que quiserem. Estimulam a criatividade e a sociabilidade.

Compartilhar:

Leia Também