Índia proíbe longa lista de plásticos descartáveis a partir de 2022

quarta-feira, 08 de setembro de 2021

A Índia, segundo país mais populoso do mundo, anuncia a proibição da fabricação, venda e uso de uma variedade de plásticos descartáveis, a partir de julho de 2022. As novas disposições não se aplicam a produtos feitos de plástico compostável.

 

O Ministério do Meio Ambiente do país também criou uma força-tarefa nacional para estudar a eliminação de outros tipos plásticos descartáveis. A Índia gera cerca de 26 mil toneladas de resíduos plásticos por dia. 60% do volume é reutilizado.

 

Pela lei, o fabricante, importador ou proprietário da marca será responsável por descartar quaisquer outros plásticos que não sejam mais considerados úteis para os consumidores. A lista é longa: vai de canudos e cartões e maços de cigarro.

 

Este é um esforço global. Em 2019, Canadá, França, Alemanha, Reino Unido e Itália, e outros países, assinaram uma carta contra a poluição plástica nos oceanos durante a cúpula do G7, em Quebec. O compromisso é tornar 100% dos plásticos recicláveis, recuperáveis e reutilizáveis em todo o mundo até 2030.

Compartilhar:

Leia Também