Inglaterra libera abraços e comércio após 1º dia sem mortes na pandemia

quarta-feira, 26 de maio de 2021

O Reino Unido se tornou o primeiro país do Ocidente a vacinar a população contra o novo coronavírus com o imunizante da Pfizer e da alemã BioNTech.

 

Cinco meses depois do início da imunização, o governo inglês liberou os abraços. O anúncio foi acompanhado de outra notícia boa: a reabertura da economia, graças ao país registrar morte zero.

 

Junto com o dia do abraço, foram permitidas medidas de relaxamento do confinamento. Bares, restaurantes, cinemas, teatros e museus foram reabertos esta semana e voltaram a ser permitidas reuniões de até seis pessoas dentro das casas. Ao ar livre, a permissão é de até 30 pessoas.

 

Em locais públicos está mantida a regra do distanciamento e atividades culturais têm capacidade limitada. Já os estudantes continuarão sendo submetidos a dois exames de PCR semanais, mas estão livres das máscaras em sala de aula. E os universitários poderão retornar às aulas presenciais.

Compartilhar:

Leia Também