Intenção de consumo das famílias volta a crescer após cinco quedas

quarta-feira, 30 de setembro de 2020

A Intenção de Consumo das Famílias, medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, aumentou 1,3% em setembro, após cinco quedas consecutivas, e subiu a 67,6 pontos.

 

 

A flexibilização do funcionamento dos estabelecimentos comerciais tem ajudado na recuperação do consumo dos brasileiros. Mesmo assim, a renda continua sendo um fator sensível para as famílias.

 

 

O subíndice que mede a satisfação dos consumidores com relação ao emprego voltou a registrar crescimento, após cinco quedas seguidas, e fechou o mês como o item de pontuação mais elevada – 85,7 pontos.

 

 

Em relação às condições de consumo, o subíndice consumo atual voltou a apresentar crescimento de 1,6%, após cinco quedas consecutivas. O item acesso ao crédito seguiu o mesmo caminho, registrando aumento mensal de 0,8%.

 

Compartilhar:

Leia Também