Ioga on-line se adapta para novo público durante pandemia

segunda-feira, 18 de maio de 2020

A busca na internet por ioga e meditação aumentou no Brasil com a pandemia.

 

Páginas no Instagram, canais no YouTube e aplicativos sobre a prática têm sido ferramentas de auxílio para o controle emocional de muitas pessoas.

 

A procura é de quem fazia aulas e também dos que nunca praticou ioga. Segundo dados, a busca por temas relacionados se tornou crescente desde o dia 17 de março e atingiu pico máximo no dia 28 do mesmo mês.

 

A busca pela prática variou ao longo do período, mas sempre se manteve em alta. A análise da ferramenta classifica o interesse da busca que vai até 100 pontos. Antes, ele ficava na média 50 pontos. Depois, se manteve sempre na média dos 75 pontos, atingido o pico em diversos momentos.

 

Compartilhar:

Leia Também