Isolamento reduziu em 11% o número de mortes por acidente de trânsito em São Paulo

terça-feira, 11 de agosto de 2020

 

Pesquisadores de um projeto envolvendo diversas universidades do Brasil e de outros países abriram um chamado para a participação de voluntários para novo estudo.

 

 

O objetivo da nova pesquisa é entender o impacto da condição genética dos indivíduos sobre a evolução da infecção pelo coronavírus. Para isso serão analisadas até 2 mil amostras nos próximos meses.

 

 

A iniciativa abrange a Universidade de Brasília, as universidades federais do Pará e do Rio Grande do Norte, além de instituições na Espanha, em Portugal e em outros países da América Latina.

 

 

Os pesquisadores querem saber o porquê a covid-19 se manifesta de forma diferente nos pacientes. Há tanto pessoas assintomáticas quanto com sintomas, além de sintomas diferentes e quadros de evolução também diferenciados. Os acadêmicos visam testar a hipótese se há alguma relação dessas variadas manifestações com as condições genéticas dos pacientes.

Compartilhar:

Leia Também