Consumo de laranja ajuda a controlar glicemia no sangue

sexta-feira, 11 de março de 2022

USP sugere que compostos bioativos existentes na laranja ajudam a modular a taxa de açúcar no sangue, o que pode transformar a fruta em um aliado no combate ao diabetes.

 

A investigação foi conduzida por uma equipe do Centro de Pesquisas de Alimentos da Universidade de São Paulo (Forc), um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) da FAPESP sediado na Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF-USP).

 

Os cientistas coletaram amostras de sangue dos voluntários e analisaram a expressão dos chamados microRNAs, um tipo de RNA que tem a função de regular a expressão dos genes por meio de interações com o RNA mensageiro.

 

As observações apontam que o suco de laranja teve ação em especial sobre o microRNA 375 ou miR-375, que é um biomarcador da função das células beta do pâncreas, que são responsáveis por sintetizar e secretar a insulina – hormônio que permite a entrada da glicose nas células.

 

Os resultados da pesquisa indicam que o suco de laranja pode ter uma ação benéfica sobre a produção de insulina no sangue e, por tabela, sobre a modulação da glicemia.

Compartilhar:

Leia Também