Luz do sol destrói coronavírus rapidamente

quinta-feira, 28 de maio de 2020

O novo coronavírus é rapidamente destruído pela luz do sol, de acordo com um novo estudo anunciado por uma autoridade dos Estados Unidos.

 

Cientistas do governo descobriram que os raios ultravioletas têm um impacto potente. A observação mais impressionante até o momento é o poderoso efeito que a luz solar parece ter sobre a morte do vírus, tanto na superfície quanto no ar.

 

A meia-vida do vírus – o tempo necessário para reduzir sua quantidade à metade – foi de 18 horas quando a temperatura estava de 21 a 24 graus Celsius com uma umidade de 20% em uma superfície não porosa, como maçanetas e aço inoxidável.

 

Mas a meia-vida caiu para seis horas quando a umidade subiu para 80%. E quando o vírus foi suspenso no ar, em aerossol, a meia-vida foi de uma hora quando a temperatura estava de 70 a 75 graus com 20% de umidade. Na presença da luz do sol, o tempo caiu para apenas um minuto e meio.

 

Mas ele alertou que a propagação reduzida não significa que o patógeno seria eliminado completamente e que as medidas de distanciamento social não podem ser totalmente levantadas.

 

Compartilhar:

Leia Também