Maçã movimenta R$ 7 bilhões na economia e exportação nacional deve crescer em 2021

quinta-feira, 04 de fevereiro de 2021

No Brasil, a maçã é colhida de janeiro a maio e fica disponível o ano todo para o consumidor. Isso ocorre devido à tecnologia de armazenamento em câmaras frias que ficam em complexos agroindustriais.

 

Praticamente toda a produção nacional se concentra no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina e, nesses estados, a colheita já começou com boas expectativas. O setor emprega 50 mil trabalhadores e para a colheita são necessários 45 mil agricultores.

 

A tendência é de que ocorra um aumento da qualidade dos frutos e uma recuperação do volume colhido nessa temporada. E as boas notícias se estendem para o mercado externo.

 

As exportações brasileiras de maçã, que giram em torno de US$ 40 milhões por ano, podem crescer cerca de 60% em 2021, em volume e em valor. A estimativa é da Associação Brasileira de Produtores de Maçã.

Compartilhar:

Leia Também