Mel de abelhas sem ferrão é oportunidade na Amazônia peruana

sexta-feira, 29 de abril de 2022

A criação de abelhas sem ferrão para a produção de mel, própolis, entre outros itens, já é fonte de renda para comunidades amazônicas no Peru. Pesquisadores agora buscam impulsionar o desenvolvimento sustentável desta prática.

 

Exemplo disso é o estudo “Práticas de manejo e características do mel na Amazônia peruana”. A pesquisa de campo avaliou as características físico-químicas e microbiológicas do mel produzido em três comunidades e quatro espécies distintas de abelhas sem ferrão.

 

O estudo buscou jogar luz sobre a qualidade do mel e também abordar as poucas técnicas de manejo que freiam a criação racional de abelhas sem ferrão. Com a adaptação da técnica, a produção de mel variou de 140 ml a 900 ml por colônia, em um período de três meses.

 

Já quanto às características do mel, a umidade e o teor de açúcar não mudaram significativamente entre as diferentes espécies estudadas. Com a análise, o mel da abelha nativa passou a ser mais valorizado e, portanto, rentável às comunidades.

Compartilhar: