Metodologia da Fundação Seade coloca SP em patamar de países como EUA e França para rastrear atividade econômica com mais eficiência e rapidez

sexta-feira, 14 de agosto de 2020

 

 

Lançado em São Paulo o indicador PIB+30 para monitorar as tendências da economia paulista no contexto da pandemia do coronavírus.

 

 

Desenvolvida pela Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados), a ferramenta agiliza o acompanhamento de estatísticas do Produto Interno Bruto do estado e rastreia tendências da atividade econômica com mais rapidez e eficiência.

 

 

O novo indicador representa cerca de 97% do PIB estadual e será apresentado na forma de índices e taxas ajustadas sazonalmente. De acordo com o planejamento, o PIB+30 será publicado em conjunto com a estimativa oficial do PIB do mês anterior.

 

 

O objetivo é revisar as melhores práticas internacionais e dar início ao uso de uma família de indicadores baseada nas chamadas estimativas instantâneas ou em tempo real. De acordo com a Fundação Seade, o PIB+30 de junho na comparação com maio, avançou 6,8%, segundo resultado positivo consecutivo para esta base de comparação.

Compartilhar:

Leia Também