Ministério da Saúde lança nova mascote e vai capacitar profissionais para identificar pacientes com doenças raras

sexta-feira, 10 de setembro de 2021

O Ministério da Saúde vai capacitar trabalhadores que atuam no Sistema Único de Saúde para que consigam reconhecer pacientes com patologias raras e, assim, realizar o encaminhamento ao serviço especializado.

 

As Ações de Educomunicação em Doenças Raras constituem um conjunto de iniciativas para disseminar informações sobre essas enfermidades e se fazem necessárias uma vez que, para chegar ao diagnóstico, muitos pacientes consultam até 10 médicos de especialidades diferentes.

 

As videoaulas serão disponibilizadas na plataforma “UniverSUS Brasil” e a inscrição é gratuita. O conteúdo foi elaborado pela Sociedade Brasileira de Genética Médica e Genômica em parceria com Conselhos e Sociedades Médicas.

 

Durante o anúncio foi também apresentada a nova mascote do SUS, a Rarinha. Ela faz parte de uma iniciativa para chamar atenção para patologias que não são prevalentes na população. Esse trabalho será feito nas redes sociais com informações importantes e dicas sobre doenças raras.

Compartilhar:

Leia Também