Modelo de alfabetização do Ceará melhorou aprendizagem de alunos em situação vulnerável, aponta pesquisa

segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Um estudo desenvolvido por pesquisadores brasileiros, chilenos e franceses mostrou que a implementação de um programa feito no Ceará trouxe bons resultados à educação das crianças em idade escolar.

 

Trata-se de Programa de Aprendizagem na Idade Certa. A avaliação mostra que o projeto reduziu desigualdades, aumentou o nível de aprendizagem e ampliou a equidade educacional de alunos em situação de vulnerabilidade social no estado em relação ao Brasil e ao Nordeste entre 2011 e 2017.

 

O projeto, coordenado pela professora Vanda Mendes Ribeiro, da Universidade Cidade de São Paulo, conta com a participação de 33 pesquisadores nacionais e internacionais, além de alunos de pós-graduação que se dividiram em nove dimensões de pesquisa.

 

A pesquisa usou como parâmetro a avaliação dos níveis de vulnerabilidade social dos territórios indicados pelo índice desenvolvido pelo Ipea – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), com referência às escolas. O programa começou a ser implantado em Fortaleza, em 2012.

Compartilhar:

Leia Também