Moradores trocam lixo por adubo orgânico em Curitiba

terça-feira, 25 de maio de 2021

Em 2020, Curitiba inaugurou sua primeira “fazenda urbana”. O espaço de mais de 4 mil metros quadrados, localizado no bairro Cajuru, é totalmente dedicado à divulgação das práticas e técnicas da agricultura urbana livres de agrotóxicos.

 

Desde então, sete projetos vêm sendo desenvolvidos no local. Um deles é o Compostroca: iniciativa que ajuda famílias a transformar lixo orgânico em adubo para hortas. 19 famílias integram o projeto e todo tipo de casca e outros itens como filtros de café passam por compostagem.

 

O resultado deste processo é um rico adubo orgânico que pode ser usado nas hortas comunitárias da cidade. O projeto visa incentivar a população a fazer a compostagem em suas casas para evitar que os resíduos sejam encaminhados para os aterros sanitários.

 

As famílias também recebem orientações sobre plantio, compostagem, aproveitamento integral dos alimentos e tipos de hortas em pequenos espaços. Segundo dados, todos os

anos, o Brasil produz quase 37 milhões de toneladas de lixo orgânico, mas apenas 1% do que é descartado e reaproveitado.

 

Compartilhar:

Leia Também