Mortalidade infantil tem redução histórica no Brasil

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

O Brasil teve redução histórica da mortalidade infantil nos últimos 19 anos. A queda foi de 56% nas mortes de recém-nascidos e de 60% para crianças de até cinco anos. É o que mostra um relatório 2020 do Unicef, Fundo das Nações Unidas para a Infância.

Sobre a mortalidade na infância no Brasil, em 1990 foram 62,9 mortos a cada 1000 nascidos vivos. Em 2000, o índice teve queda para 34,6 e em 2019, 13,9 mortos a cada 1000 nascidos vivos.

A melhora nos números do Brasil acompanha uma queda mundial. Entre 1996 e 2017, 827 mil vidas foram salvas, aponta o relatório.

Nos últimos 30 anos, as ações de saúde destinadas a prevenir ou tratar as causas da mortalidade infantil, como a prematuridade, o baixo peso ao nascer, as complicações durante o parto, além de doenças desempenharam um papel importante para salvar milhões de vidas.

 

Compartilhar:

Leia Também