Motorola inclui línguas indígenas em celulares

segunda-feira, 19 de abril de 2021

Multinacional de celulares vai oferecer suporte a uma língua indígena falada na Amazônia. A Motorola é a primeira fabricante de telefones celulares a enxergar os indígenas como consumidores.

 

Utilizando o slogan “Tecnologia mais inteligente para todos”, a empresa adicionou duas línguas indígenas, ameaçadas de extinção, na configuração de um smartphone: Kaingang, falada em São Paulo e nos três estados do sul do Brasil; e Nheengatu, língua amazônica falada no Brasil, Colômbia e Venezuela.

 

Os dois idiomas se somam a outros 80 já disponíveis nos aparelhos e podem ser acessadas nos modelos novos da companhia, ou com suporte para atualização para o Android 11.

 

Há um mito de que todos os povos indígenas são exímios conhecedores da floresta e não se interessariam por tecnologia. Mas, já há muito tempo matérias jornalísticas salientam que os povos indígenas estão sim conectados à internet, porém, em pleno de 2021, é a primeira vez que uma marca de celular olha para este mercado.

Compartilhar:

Leia Também