Museu com peças de religiões de matriz africana foi inaugurado no RJ

quinta-feira, 10 de junho de 2021

Inaugurado,  no Rio de Janeiro, o Museu Memorial Iyá Davina, o primeiro museu dedicado às Comunidades Tradicionais de Terreiros.

 

Sob o comando de Mãe Meninazinha de Oxum, do Ilê Omolu Oxum, considerada uma das Casas de Axé mais tradicionais do Rio, o Museu possui um acervo com mais de 120 itens inventariados, entre objetos sagrados, fotografias e documentos.

 

O Memorial foi criado em 1997 em homenagem à Iyá Davina, referência do Candomblé, nascida em 1880. O curador do acervo, Marco Antônio Teobaldo, afirma que a expectativa é democratizar o acesso a essa coleção também no ambiente digital.

 

O acervo oferece uma oportunidade para que as pessoas entendam e respeitem mais as religiões de matriz africana. A instituição é registrada no IBRAM, Instituto Brasileiro de Museus, e é um dos poucos museus existentes na Baixada fluminense.

Compartilhar:

Leia Também