Neuropatias diabéticas podem ser tratadas ou prevenidas com fisioterapia

terça-feira, 30 de março de 2021

O Laboratório de Biomecânica e Postura Humana da USP desenvolve pesquisa clínica para tratamento de neuropatias diabéticas.

 

O objetivo é utilizar exercícios fisioterápicos para beneficiar pacientes com a doença e que sentem os sintomas, principalmente, nos pés e tornozelos.

 

Segundo especialistas, as neuropatias acometem cerca de 50% das pessoas diabéticas por volta de dez anos após o diagnóstico. O estudo é gratuito e abrange a faixa etária dos 18 aos 70 anos.

 

O tratamento mais comum para a neuropatia na região dos pés era a recomendação de uso de calçado especializado para evitar que o pé sofresse algum ferimento. Mas isso pode ser danoso ao paciente. E a fisioterapia é vista uma forma de prevenir a neuropatia, mas também tratar os sintomas.

Compartilhar:

Leia Também