CFM publica novas normas éticas para reprodução assistida no Brasil

quarta-feira, 30 de junho de 2021

O Conselho Federal de Medicina publicou um conjunto de normas éticas para a aplicação de técnicas de reprodução assistida no Brasil. A

 

Segundo a resolução, o número de embriões gerados em laboratório não poderá ser maior do que oito. Os pacientes envolvidos devem definir quantos embriões serão usados e quantos serão preservados em congelamento.

 

Pelas novas regras, foram fixados limites de transferência de embriões de acordo com a idade da gestante. A resolução informa, ainda, que técnicas de reprodução assistida não podem ser aplicadas com a intenção de selecionar o sexo ou qualquer outra característica biológica, exceto para evitar doenças.

 

Há também detalhes referentes à “barriga de aluguel”, limitada a pessoas com vínculo familiar de até 4º grau de parentesco, custeios e acompanhamento médico. O processo de debate envolveu diferentes especialistas no tema.

 

 

 

Acesse a loja da Vibe, só aqui você encontra os melhores produtos místicos e esotéricos.

Compartilhar:

Leia Também