Nota de R$ 200: lobo-guará tinha sido terceiro colocado em pesquisa feita pelo Banco Central em 2001

quinta-feira, 30 de julho de 2020

 

O logo-guará vai ilustrar uma nova nota da Casa da Moeda, a de R$ 200. O animal escolhido foi o terceiro colocado em uma pesquisa de opinião pública feita pelo Banco Central em 2001.

 

Nesta pesquisa, o primeiro lugar foi a tartaruga-marinha, usada na cédula de R$ 2. O segundo, o mico-leão-dourado, incorporado na cédula de R$ 20, último lançamento de quantia em nota no país.

 

Agora, a criação da nova cédula – de R$ 200 – foi anunciada ontem pelo Banco Central e faz parte de uma história de raras mudanças da moeda. Desde 2002 o país não contava com um novo valor de cédula.

 

Para o lançamento das notas de R$ 2 e R$ 20, o Banco Central havia realizado estudo que indicava redução de mais de 30% no uso de cédulas com os novos valores. A nota de R$ 200 aparece em contexto parecido. Neste mês, houve gasto extra de R$ 437 milhões para impressão de dinheiro em papel porque houve mais saques em espécie.

Compartilhar:

Leia Também