Novas regras permitem cadastro automático na tarifa social de energia

quarta-feira, 15 de dezembro de 2021

A Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica – assinou protocolo junto ao ministério da Cidadania para permitir novas regras para a tarifa social a partir de janeiro.

 

As novas regras permitem o cadastro automático de famílias de baixa renda na tarifa social de energia. Para isso é preciso que o CPF do titular da conta de luz seja o mesmo informado nas bases de dados do Cadastro Único.

 

De acordo com a Aneel, cerca de 12 milhões de famílias brasileiras já são inscritas na tarifa social, mas pelo menos outras 11,5 milhões atendem aos requisitos e podem receber o desconto na conta de luz.

 

No caso da tarifa social de energia, quanto menor o consumo, maior o desconto na fatura. Os descontos variam de 10 até 65%. No caso das pessoas com doenças que precisam de aparelhos elétricos, é preciso comprovar a situação clínica do morador.

Compartilhar:

Leia Também