Médicos descobrem novo tratamento para câncer de mama agressivo

sexta-feira, 29 de outubro de 2021

Uma equipe de médicos e cientistas do Centro Nacional do Câncer de Cingapura identificou um novo método para tratar o câncer de mama.

 

Ele será utilizado para o chamado triplo-negativo, mais agressivo do que outros tipos de câncer de mama. A equipe usou um medicamento chamado bexaroteno para facilitar esse processo antes da quimioterapia que ainda é o tratamento padrão básico.

 

Os cientistas descobriram que as células cancerosas mudam entre diferentes estados celulares, incluindo mudar de menos agressivas para mais agressivas e vice-versa. A equipe já anunciou o início de um ensaio clínico humano, com previsão de duração de três anos.

 

A abordagem terapêutica utiliza o fator de o converter células cancerosas altamente agressivas para o formato menos agressivas, os tumores são “preparados” para responder melhor à quimioterapia, que funciona eliminando as células cancerosas. O estudo vai verificar a eficácia do medicamento nesta transição.

Compartilhar:

Leia Também