O Pequeno Príncipe fica careca na luta contra câncer infatojuvenil

domingo, 01 de novembro de 2020

O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry, reaparece sem os cabelos por uma boa causa. Ele ganhou uma nova versão para entrar na luta contra o câncer e inspirar crianças que também ficam carecas durante o tratamento.

 

A ideia nasceu na Abrace – Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Homeopatias, instituição sem fins lucrativos que há 34 anos atua na luta contra o câncer infantojuvenil em Brasília.

 

O trabalho foi feito pelo cartunista e escritor Arisson Tavares, que manteve a essência da obra original, mas teve a narrativa modernizada.

 

Além da identificação com o príncipe fazendo quimioterapia, as crianças e jovens terão na leitura uma forma de combater o preconceito. O formato da leitura também é inovador. O leitor poderá acompanhar os capítulos diariamente no perfil da Abrace no Facebook e Instagram.

Compartilhar:

Leia Também