Palhaços que atuam em hospitais ajudam na recuperação de pacientes pediátricos

segunda-feira, 08 de fevereiro de 2021

Estudo realizado na USP Ribeirão Preto avaliou a eficácia da presença dos palhaços na melhora de crianças hospitalizadas, tanto por doenças crônicas, quanto agudas.

 

A medida se mostrou eficiente em reduzir o conjunto de sintomas apresentados, incluindo a ansiedade, durante a hospitalização e positivo para a recuperação dos pacientes.

 

Os resultados indicaram que a interação com os palhaços — tanto em procedimentos médicos, cirurgias, como em internações em decorrência de condições crônicas — ajuda no manejo de sintomas, durante a hospitalização.

 

O estudo ratifica que palhaços melhoram o bem-estar psicológico e as respostas emocionais das crianças e adolescentes tanto para condições agudas quanto para condições crônicas, que faz com que o contato com o hospital seja frequente.

Compartilhar:

Leia Também