Pandemia amplia busca por alimentação saudável

segunda-feira, 10 de maio de 2021

Especialistas em tendências de consumo afirmam que o luxo pós-pandemia será a alimentação saudável. Esse movimento foi despertado pela necessidade de cozinhar em casa e pela preocupação com a saúde.

 

Isso porque, desde março de 2020, há alta demanda por alimentos produzidos de forma sustentável, sem uso de agrotóxicos, funcionais e com ingredientes ativos como vitaminas e óleos essenciais.

 

No mercado nacional, a lista de alimentos é composta por legumes, frutas e verduras orgânicos, além de castanhas e produtos como leites vegetais e sem aditivos. Em 2020, o consumo de orgânicos aumentou 30% em relação a 2019. É previsto mais 10% de crescimento neste ano.

 

No Brasil, o número de agricultores orgânicos credenciados cresce cerca de 6% ao ano desde 2016. Para atender o interesse desse público, os agricultores estão empenhados em aumentar o volume de produção e migrar de manejos convencionais para biológicos.

Compartilhar:

Leia Também