Papa pede que FMI e Banco Mundial reduzam dívidas de países pobres

segunda-feira, 12 de abril de 2021

Papa Francisco manda um importante recado aos líderes das finanças do mundo. O pontifício afirma que os países pobres atingidos pelo impacto econômico atual precisam ter suas dívidas reduzidas.

 

O comunicado ocorreu em forma de carta aos participantes do encontro anual de primavera do FMI – Fundo Monetário Internacional – e do Banco Mundial.

 

O papa afirma que a pandemia forçou o mundo a lidar com as crises inter-relacionadas nas áreas sócio-econômica, ecológica e política. Por isso, os países pobres precisam também ser ouvidos para as decisões globais.

 

O recado é de que um espírito de solidariedade global exige, no mínimo, uma redução significativa do fardo da dívida dessas nações mais pobres, totalmente afetadas pela pandemia e que passam por uma vida social e econômica insustentável.

Compartilhar:

Leia Também