Pele de tilápia ajuda em cirurgia corretiva de crianças com dedos grudados

quinta-feira, 21 de outubro de 2021

A pele de tilápia já é conhecida por tratar queimaduras. Agora, pesquisadores da Universidade Federal do Ceará estão usando o curativo biológico na cirurgia de crianças que nascem com dedos das mãos grudados.

 

Esses casos são causados pela Síndrome de Apert, uma anormalidade embriológica que ocasiona a junção de três ou mais dedos das mãos ou dos pés. A pele de tilápia já foi utilizada como suporte em três cirurgias que aconteceram em setembro no Hospital Sobrapar – Crânio e Face, em Campinas.

 

Segundo os médicos, os pacientes tiveram redução de 50% no número de curativos e o tempo cirúrgico também foi beneficiado, além do alívio na dor durante os curativos. A cirurgia convencional causa muita dor na criança e exige maior quantidade de curativos.

 

O novo curativo trouxe inúmeros benefícios para o procedimento, Foram notadas redução do tempo cirúrgico, ausência de cicatriz no abdômen (de onde o método tradicional retira a pele), menor morbidade, além de alívio da dor e redução nos custos.

 

As peles utilizadas nas cirurgias-teste foram doadas por uma piscicultora do município cearense de Itarema. Agora existem mais sete procedimentos programados.

Compartilhar:

Leia Também