Pensamento positivo é associado a menor risco de declínio da memória

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

Estudo publicado em revista científica mostra que as pessoas que tem sentimentos positivos, como entusiasmo e alegria, têm mais chances de não enfrentar problemas de declínio da memória com o passar do tempo.

 

Os pesquisadores analisaram dados de quase mil norte-americanos acima dos 40 anos que participaram de três rodadas de entrevistas: entre 1995 e 1996; entre 2004 e 2006; e entre 2013 e 2014.

 

Em cada etapa, os participantes relatavam emoções positivas que tinham experimentado nos últimos 30 dias e, nas avaliações finais, todos eram submetidos a testes de memória.

 

Esses testes consistiam em lembrar imediatamente as palavras que eram ditas pelo interlocutor e repeti-las 15 minutos depois. E apesar da constatação de que a memória se deteriora com o envelhecimento, os que tinham mais pensamentos e sentimentos positivos apresentam um declínio menor dessa capacidade.

Compartilhar:

Leia Também