Pesquisa da USP cria maior banco de dados genéticos do país

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Pesquisadores da USP concluíram o maior banco de dados genéticos da população brasileira, após sequenciar o genoma de 1171 idosos da cidade de São Paulo.

 

 

Os dados coletados permitiram identificar mais de 76 milhões de variantes genéticas, das quais dois milhões são inéditas, ou seja, não estão catalogadas em nenhum banco de dados genéticos do exterior.

 

 

A análise do banco de dados vai possibilitar a identificação de mutações genéticas responsáveis por doenças, estimar a sua incidência na população e encontrar variantes que podem ser determinantes para o envelhecimento saudável.

 

 

A pesquisa foi desenvolvida por cientistas do Centro de Estudos do Genoma Humano e de Células-Tronco, do Instituto de Biociências da USP, com financiamento da Fapesp – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

Compartilhar:

Leia Também