Pesquisadores brasileiros bloqueiam vírus da zika com droga experimental

sexta-feira, 24 de julho de 2020

 

Pesquisadores brasileiros conseguiram encontrar um medicamento capaz de bloquear a ação do vírus da zika em laboratório e de evitar danos ao cérebro de fetos, provocados pela doença.

 

O estudo com a droga experimental, que também inclui pesquisadores argentinos e americanos, inibe uma proteína chamada AhR e permite ao sistema imune combater com muito mais eficácia a replicação do vírus no organismo.

 

Em experimentos feitos no Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, a terapia antiviral se mostrou capaz de prevenir o desenvolvimento de microcefalia e outras malformações em fetos.

Compartilhar:

Leia Também