Pesquisadores do CE descobrem nanocristais que inativam bactérias na água

quinta-feira, 13 de maio de 2021

Pesquisadores da Universidade Federal do Ceará descobriram que nanocristais de celulose conseguem inativar até 90% das células das bactérias E. Coli.

 

Por serem muito comuns nas membranas utilizadas nos sistemas de dessalinização e filtração da água, as bactérias acabam sendo uma das principais causas de infecções intestinais, diarreia, dor abdominal e fezes com sangue.

 

Os pesquisadores notaram que os nanocristais têm estruturas que se assemelham a agulhas e, por isso, acabam perfurando a membrana celular das bactérias. Devido ao dano físico, a bactéria perde a capa protetora.

 

A tecnologia dos nanocristais de celulose, portanto, não elimina as células bacterianas, mas realiza uma “quebra” de até 90% na estrutura física do microrganismo, deixando-o praticamente inativo para infecções. O próximo passo será fazer testes com outros tipos de bactérias.

Compartilhar:

Leia Também