PIX, novo sistema de pagamentos desenvolvido pelo BC, vai permitir transações instantâneas; entenda

terça-feira, 18 de agosto de 2020

 

O Banco Central informou que o “PIX”, novo sistema brasileiro de pagamentos instantâneos, começa o cadastramento de “chaves” no próximo dia 5 de outubro.

 

 

As “chaves” são dados simples de clientes que servirão de identificação para as transações feitas pelo PIX. Com apenas uma chave cadastrada, as transferências poderão ser realizadas instantaneamente, sete dias por semana.

 

 

Exemplos de chaves são números de CPF, de CNPJ, de celular ou e-mail. As transações pelo PIX poderão ser feitas também por meio de QR Code ou links gerados no smartphone, substituindo, por exemplo, os dados bancários do recebedor.

 

 

Segundo o Banco Central, o PIX estará disponível para todo o país em novembro. Além de servir para compras e pagamento de contas, a expectativa do mercado é que o sistema seja o grande substituto de DOCs e TEDs, por ser gratuito e estar disponível a qualquer hora, sete dias por semana. A quantia cai instantaneamente.

Compartilhar:

Leia Também