Pesquisa estuda plantas da caatinga que podem ser boas para memória

quinta-feira, 15 de julho de 2021

Em uma das plantas nativas da caatinga, um bioma totalmente nacional, um grupo de cientistas identificou substâncias medicinais que podem ser boas para a memória.

 

Pesquisadores da Embrapa selecionaram uma variedade de açucena encontrada em solo cearense, benéfica para várias doenças crônicas. Na linguagem popular, a planta também é conhecida como lírio, cebola-do-mato, cebola-berrante e flor-da-imperatriz.

 

As mudas foram colhidas nas cidades de Pacatuba e em Moraújo, ambas no Ceará. Depois disso, foram cultivadas em canteiros da Embrapa. Agora estão sendo realizados testes farmacológicos e testes pré-clínicos.

 

O grupo pretende seguir com as análises para avaliar o desenvolvimento de novos fármacos que podem custar menos para o consumidor. A pesquisa teve início em 2016.

Compartilhar:

Leia Também