Prejuízo do comércio com feriados será menor em 2022

quinta-feira, 06 de janeiro de 2022

O comércio varejista brasileiro deve ter, em 2022, um menor prejuízo causado por feriados nacionais. A análise é feita pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.

 

Dos nove feriados nacionais, dois vão cair em domingos: Dia do Trabalhador (1º de maio) e Natal (25 de dezembro). Isso faz com que o comércio não incorra em um custo de operação maior.

 

A projeção é que as perdas no comércio com feriados sejam 22% menores em 2022, em comparação a 2021. Para o empregador, há uma compensação pelo trabalho no feriado, na semana subsequente, e assim, o comércio é obrigado a pagar hora trabalhada em dobro. E há uma correria para compensar a falta de clientela ou de produção.

 

Os especialistas afirmam que, no caso do comércio, exceto o Natal, não vale a pena fazer esse regime de compensação na maioria dos feriados. Com sete feriados caindo em dias úteis e em sábados, dia de meio expediente no setor, o peso vai ser menor.

Compartilhar:

Leia Também