Projeto de comunidade ribeirinha de Rondônia salva tartarugas

segunda-feira, 28 de dezembro de 2020

O projeto ambiental Quelônios, desenvolvido em São Francisco do Guaporé, em Rondônia, (RO), completou 21 anos ajudando na preservação de tartarugas.

 

Em novembro o projeto registrou um recorde de nascimento de filhotes: 80 mil tartarugas desovaram na região.

 

O Vale do Guaporé fica em Rondônia, na fronteira do Brasil com a Bolívia, e são 30 quilômetros de água doce que funcionam como maternidades e berçários naturais para a tartaruga da Amazônia.

 

Dessas 80 mil desovas, a média é de 100 ovos por ninho, o que pode representar até 8 milhões de filhotes. Assim que nascem as tartarugas são levadas para cercados para que peguem sol. A soltura das tartaruguinhas é o momento mais esperado por toda comunidade.

Compartilhar:

Leia Também