Projeto do Museu da Língua Portuguesa para lidar com luto e a pandemia recebe mais de 200 textos do público

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

O projeto A Palavra no Agora, criado pelo Museu da Língua Portuguesa, sugeriu o uso de exercícios da escrita para processar todos os acontecimentos gerados pelo isolamento social.

 

 

O público contribuiu com textos autobiográficos, poesias, crônicas e resenhas de outras obras, literárias ou não. Em pouco mais de dois meses, o projeto recebeu 238 textos do público, que encontrou na escrita uma forma de lidar com a pandemia e também com o luto.

 

 

O envio para publicação é facultativo.  O número recebido nem é tão grande perto das 21 mil pessoas que acessaram o site desde o lançamento, em julho, para acessar esse campo da escrita.

 

 

O projeto continua recebendo contribuições. Os exercícios de escrita podem ser feitos por qualquer pessoa, mesmo quem nunca escreveu. São roteiros com perguntas simples, que servem como referência para fazer pensar sobre o momento. Quem desejar, pode enviar seu texto para compartilhamento no site, para fazer uma homenagem ou para ajudar as outras pessoas. O público também pode enviar resenhas de livros, filmes, séries ou outras obras de arte que ajudem a lidar com os sentimentos. Os textos estão publicados no site noagora.museudalinguaportuguesa.org.br.

 

Compartilhar:

Leia Também