Projeto quer implantar jardins de chuva na Mooca

domingo, 24 de outubro de 2021

Dois arquitetos moradores da Mooca montaram um projeto para a instalação de jardins de chuva em três pontos concretados e sem função no bairro – que tem a menor área verde por habitantes da capital paulista.

 

Além da falta de áreas verdes, o distrito da Mooca é o que tem o maior número de mortes por doenças do sistema respiratório em São Paulo: são 17 para cada 10 mil habitantes. E os jardins de chuva podem ser uma alternativa para reduzir esses casos.

 

Os jardins de chuva são aberturas em calçadas, rotatórias, canteiros centrais, locais de pouco tráfego, que estão impermeabilizados por concreto e impedem o ciclo da água.

A proposta é plantar o verde nesses pontos, fazendo com que a terra volte a aparecer.

 

Com isso, o excesso de água das chuvas seria contido e devolvido ao solo, evitando não só os alagamentos, mas melhorando também a qualidade de vida das pessoas. O projeto foi apresentado na Subprefeitura da Mooca.

Compartilhar:

Leia Também