Projeto treina crianças e adolescentes de comunidades do Rio para serem líderes de torcida

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2022

Um projeto de líderes de torcida está treinando crianças e adolescentes de comunidades do Rio de Janeiro para competições nacionais e também fora do país.

 

Batizada de Cheer pra sorrir (Alegrar para sorrir), a modalidade mistura movimentos de esporte olímpico e apresentação de dança e não exige um biotipo específico. É considerado um esporte de performance.

 

O projeto nasceu há seis meses, mas já colhe frutos. A atleta Maria Manuela Silva, de 15 anos, que está na equipe de competição desde o começo, ganhou medalha de prata no Arena Cheer 2021, que equivale a um campeonato nacional desse esporte.

 

Há ainda as vitórias pessoais, como medo de altura e agilidade. O esporte tem muitos movimentos, rápidos e precisos. Nos campeonatos, os grupos são avaliados em seis fundamentos obrigatórios.

Compartilhar: