Projeto utiliza as músicas preferidas de pacientes com demência

terça-feira, 11 de maio de 2021

Um programa oferecido na Austrália parece colaborar com o bem-estar físico e emocional de pacientes com demência e também de seus cuidadores. Para isso, é utilizada a música.

 

Realizado em cinco instituições de longa permanência, o projeto piloto criou seleções musicais personalizadas para os residentes, o que permite que cada um aprecie as músicas de sua preferência.

 

O estudo integra uma iniciativa, com duração prevista de dois anos, que tem o objetivo de identificar elementos não farmacológicos que tragam bem-estar aos doentes. Esse tipo de intervenção resultou em menos sintomas psicológicos e comportamentos disfuncionais; e em menos estresse.

 

A música melhorou sua disposição, estimulou a memória e teve um efeito tranquilizador. E tão importante quanto: os pesquisadores também constataram uma redução de uso de medicamentos psicotrópicos em relação aos meses anteriores ao projeto.

Compartilhar:

Leia Também