Reconhecimento facial é usado para embarque na ponte aérea

terça-feira, 29 de junho de 2021

A identificação por reconhecimento facial começou a ser usada na Ponte Aérea entre o aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e o Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

 

A tecnologia dispensa a apresentação de qualquer documento de identidade e até mesmo do cartão de embarque. O sistema foi testado em outros quatro aeroportos antes de ser adotado nos voos Rio-SP.

 

A promessa é agilizar o processo de embarque. As informações biométricas dos passageiros são comparadas com os pontos biométricos da pessoa armazenados em bases de dados do governo, como os da Carteira Nacional de Habilitação, no Denatran, o Departamento Nacional de Trânsito.

 

O sistema é considerado seguro. Para ser utilizado é necessário um aceite formal do usuário e a tecnologia segue a Lei Geral de Proteção de Dados.

 

 

 

Acesse a loja da Vibe, só aqui você encontra os melhores produtos místicos e esotéricos.

Compartilhar:

Leia Também