Refugiadas têm capacitação sobre educação financeira

sexta-feira, 09 de abril de 2021

35 mulheres do Paraná passaram por um curso de educação financeira. A iniciativa é do Comitê Nacional para os Refugiados e atendeu refugiadas, apátridas, solicitantes de refúgio e vítimas de violência doméstica.

 

Este é um incentivo para que essas mulheres adquiram conhecimentos sobre organização financeira em busca da estabilização econômica e familiar e da autonomia.

 

O objetivo foi capacitar principalmente aquelas que são mães em razão das peculiaridades de vulnerabilidade desse grupo. A intenção é explicar de forma simples aos que vieram de fora o funcionamento do sistema financeiro brasileiro e como lidar com ele

 

Este curso oferece formação básica em Gestão de Finanças Pessoais, onde as refugiadas aprendem sobre organização orçamentária e planejamento; e recebem conceitos básicos sobre o sistema bancário.

Compartilhar: