Regulamentação do uso de drones em atividades agropecuárias é colocada em consulta pública

segunda-feira, 03 de agosto de 2020

 

 

Os drones podem desempenhar diversas funções e têm ocupado cada vez mais espaço na agricultura e na pecuária.

 

 

Pensando nisso, a Secretaria de Defesa Agropecuária colocou em consulta pública a regulamentação de seu uso.

 

A proposta de regulamentação do uso, em atividades agropecuárias, de aeronaves remotamente pilotadas, mais conhecidos por drones, vai ficar em consulta por 60 dias.

 

 

As normas deverão ser aplicadas para a aplicação de defensivos, adjuvantes, fertilizantes, inoculantes corretivos e sementes.

 

 

Os drones têm ocupado cada vez mais espaço na agricultura e na pecuária. São versáteis, podendo desempenhar diversas funções, variando de acordo com modelo e tecnologias embarcadas.  Dentre as atividades que podem ser realizadas com drones, destacam-se o monitoramento de culturas, o plantio, e a aplicação de defensivos agrícolas.

 

 

A diferença de equipamentos é pelo peso, com capacidade até 25 quilos ou de 25 a 150 quilos.

 

Pela proposta, a Instrução Normativa deverá prever o registro de operadores que utilizem o drone na agricultura, assim como registros de entidades de ensino e requisitos operacionais e de segurança.

 

Compartilhar:

Leia Também