Remédio que reduz perda de memória em 32% é anunciado

sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

A Eli Lilly & Company, uma das maiores farmacêuticas do mundo, anunciou que conseguiu produzir um remédio capaz de reduzir em 32% a perda de memória dos pacientes e retardar a doença.

 

Além de melhorar a memória, a companhia informou que as pessoas que tomaram o remédio também tiveram ganho na capacidade de realizar atividades da vida cotidiana.O nome da substância usada é donanemab.

 

Por enquanto, o medicamento não está à venda, é experimental. A notícia boa saiu esta semana no The Wall Street Journal. O jornal norte-americano informou que os dados são de um pequeno estudo feito pela Lilly nos últimos 18 meses.

 

Após os resultados da fase 2 se confirmarem, o medicamento passa para a fase 3 visando a aprovação da FDA, a Anvisa dos EUA. A companhia divulgou alguns destaques dos resultados da pesquisa e garantiu que, em breve, fará uma publicação completa.

Compartilhar:

Leia Também