Repente é o mais novo Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil

quarta-feira, 24 de novembro de 2021

O Brasil tem um novo patrimônio cultural. É o repente, manifestação cultural e referência para a identidade da região Nordeste. A tradição se mantém viva pro pelo menos 200 artistas e associações.

 

A arte que mistura música e improviso foi reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, durante a reunião do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural. Os primeiros registros históricos do repente datam de 1850, nos estados de Pernambuco e Paraíba.

 

O pedido de reconhecimento do repente como patrimônio foi feito em 2013 pela Associação dos Cantadores Repentistas e Escritores Populares do Distrito Federal e Entorno. O processo é longo, porque é preciso descrever o bem que pode se tornar patrimônio, reunir toda a documentação possível e fazer o registro audiovisual.

 

Apesar de ser uma manifestação cultural tipicamente nordestina, o repente influencia outras regiões do país. Em alguns lugares, é chamado de cantoria. E tem três fundamentos misturados: o verso, a rima e a fala.

Compartilhar:

Leia Também